Projeto de Vida no Ensino Médio – GUIA Completo (2022)

Projeto de Vida no Novo Ensino Médio

Entenda como desenvolver a peça-chave do novo ensino médio.

Trabalhar o Projeto de Vida na escola é estimular o autoconhecimento dos alunos para que reconheçam seus sonhos, ambições e interesses, e assim, construam os caminhos necessários para alcançar seus objetivos de vida.  

Além disso, cultivar o Projeto de Vida na escola é importante para que os alunos estejam melhor preparados para a vida social e o mundo do trabalho, atuando como cidadãos críticos, responsáveis e autônomos.   

Neste post, você vai saber mais sobre o novo ensino médio, a importância do Projeto de Vida na escola e algumas de suas aplicações práticas, baseadas na BNCC.

O que é o Novo Ensino Médio

A Lei nº 13.415/2017 alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e estabeleceu mudanças na estrutura do ensino médio, o que comumente foi chamado de reforma do ensino médio.

Essa reforma representou grandes mudanças como a ampliação da carga horária, a possibilidade do curso simultâneo do ensino médio e do ensino técnico e a flexibilização e personalização do currículo básico com os itinerários formativos.

O que são e como funcionam os Itinerários formativos

Os itinerários formativos são áreas de conhecimento que o aluno pode escolher para se aprofundar durante o curso do ensino médio, são elas: Linguagens e suas Tecnologias, Matemáticas e suas Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

É importante destacar que toda escola terá liberdade para ofertar os itinerários formativos que desejar. Apenas as disciplinas de matemática, português e inglês passam a ser obrigatórias, portanto, agora será possível selecionar em quais campos de conhecimento o aluno quer se aprofundar.

Com esta resolução do novo ensino médio, o aluno precisa de autonomia para escolher e seguir os estudos de acordo com seus interesses e motivações.

Sendo assim, o Projeto de Vida passa a ser fundamental para apoiar o processo de autoconhecimento e formulação de planos para o futuro.

O Projeto de Vida no novo Ensino Médio

O Projeto de Vida envolve um processo estruturado que ajuda o aluno:

  • Pensar e fazer planos para o futuro;
  • Questionar-se sobre quem se é e quem se quer ser;
  • Refletir sobre o que deseja e espera de si mesmo;
  • Decidir objetivos;
  • Definir metas e caminhos a seguir.

“É o que os estudantes almejam, projetam e redefinem para si ao longo de sua trajetória, uma construção que acompanha o desenvolvimento da(s) identidade(s)”

– BNCC

Portanto, o Projeto de Vida deve ser o pilar central do projeto pedagógico do Ensino Médio, capaz de ampliar a reflexão do aluno sobre si mesmo e orientar a escolha de caminhos para o futuro.

Conhecer melhor quem é o aluno, suas características, desejos e competências é o que ajuda a escola na formação de caminhos pedagógicos que se adequam melhor a forma como o estudante desenvolve sua aprendizagem.    

Logo, é mais do que importante que o Projeto de Vida seja trabalhado com os alunos, especialmente durante o ensino médio.

Transição para a vida adulta e profissional

A adolescência é um período de descobertas envolvendo muitas reflexões e questionamentos sobre crenças, sentimentos e valores. Os adolescentes buscam sua identidade própria para começarem a construir novos papéis na vida: adulto, profissional, cidadão.

A transição para a vida adulta e a entrada no mercado de trabalho são importantes questões para os adolescentes e são também prioridades centrais para a BNCC.

“É papel da escola auxiliar os estudantes a aprender a se reconhecer como sujeitos, considerando suas potencialidades”

– BNCC

Orientada pela BNCC e incentivando o desenvolvimento do Projeto de Vida, a escola estimula o crescimento tanto social quanto pessoal dos seus alunos.

jovens-lendo-sobre-o-projeto-de-vida

As três dimensões do Projeto de Vida

O Projeto de vida dentro da escola é composto por três dimensões: a pessoal, a social e a dimensão profissional.

Pessoal

A dimensão pessoal é a dimensão que envolve o autoconhecimento.

Neste eixo, o jovem determina seus próprios valores e o que é verdadeiramente importante para si. Além disso, é também esperado que o aluno compreenda melhor suas origens, como por exemplo a sua família.

Ainda se tratando da dimensão pessoal, o aluno reflete sobre coisas e características com as quais se identifica, suas competências, habilidades e desejos, ou seja, sua personalidade e identidade.

Conforme trabalha este eixo do seu projeto de vida, se conhecendo mais e entendendo melhor seus sentimentos e pensamentos, o jovem pode desenvolver sua autoestima e auto aceitação, duas coisas essenciais para sua evolução e crescimento pessoal.

Social

Na dimensão social do projeto de vida, o aluno passa a reconhecer e analisar o seu papel no mundo, suas relações com as outras pessoas tanto próximas em seu convívio, quanto como parte da sociedade em geral.

Essa dimensão tem como propósito preparar alunos para uma consciência mais cidadã, ética e empática.

É importante destacar que atividades em grupo são muito propícias para o desenvolvimento destas qualidades, uma vez que se pode explorar situações que exijam ações cooperativas em prol de um bem comum.

Profissional

O mercado está em constante transformação e a ideia de que sua escolha profissional é baseada em uma vocação específica já está mais do que ultrapassada.

Este eixo do projeto de vida trata do preparo dos jovens para a inserção no mercado de trabalho que, em constante mutação, exige cada vez mais uma mentalidade criativa e produtiva de seus trabalhadores, e é exatamente isso que se é desenvolvido: empreendedorismo, flexibilidade e resiliência.

Como trabalhar o Projeto de vida no Ensino Médio

Existem diversas competências e habilidades a serem desenvolvidas nos alunos através do Projeto de Vida, que vão envolver temas como autonomia moral, orientação profissional, inteligência emocional além de outras áreas igualmente importantes e também há várias formas de realizar isso dentro do novo ensino médio.

Autonomia moral

A autonomia moral, segundo Piaget, significa a capacidade de agir por vontade própria a partir de princípios de moralidade. A adolescência é o momento que caracteriza essa transição da Heteronomia para a Autonomia.

Uma estratégia que a escola pode usar para trabalhar este aspecto do projeto de vida é incentivar o senso crítico, a proatividade e a solidariedade, o que pode ser estimulado através de projetos de voluntariado, debates sobre ética e moral, e atividades envolvendo a resolução de problemas reais. 

Autoconhecimento

A adolescência é um período em que é esperado que os jovens comecem a se desprender gradativamente da influência familiar e busquem sua identidade em outros grupos e papéis sociais.

Trabalhar o autoconhecimento dos adolescentes na escola é apoiar este processo de formação da identidade que eles estão vivenciando.

A escola pode incentivar o processo de autoconhecimento propondo atividades de projeto de vida relacionadas à autorreflexão e à descoberta de interesses.

Escolha dos itinerários  e motivação para os estudos

Encontrando seus interesses e motivações através das atividades de projeto de vida, o aluno tem mais propriedade para optar por itinerários com as áreas de conhecimento que são mais relevantes para suas ambições e potencialidades.

Assim, fazendo o que gosta, o estudante se sente motivado intrinsecamente, tem satisfação em estudar, compreende a necessidade da dedicação e do esforço e, logo, o seu desempenho escolar também tende a melhorar.

Orientação Profissional

As profissões têm se modificado ao longo do tempo e, por consequência, os processos de orientação profissional também estão em constante evolução. Levando isso em consideração, ter um projeto de vida é algo que auxilia o aluno para lidar com essa nova realidade do mundo do trabalho. 

É relevante que a escola se ponha a observar e estimular as habilidades individuais de cada aluno e introduzir diálogos a respeito do mercado de trabalho.

Protagonismo Juvenil

Para além de estudantes ou futuros profissionais, é importante que os adolescentes possam se reconhecer como cidadãos de caráter íntegro, protagonistas responsáveis por seu próprio Projeto de Vida

Uma das formas de se promover esse tipo de auto visão é incentivar o papel ativo e colaborativo dos alunos dentro da comunidade, participação voluntária em ações coletivas e incitar o interesse pessoal pelo bem comum.

Participação da família

É natural que os pais e responsáveis se interessem pelo desenvolvimento e futuro de seus filhos. Também é esperado que os estudantes se sintam pressionados, em certo ponto, pela expectativa de seus pais e familiares.

Portanto, é ideal que, por meio de pontes de diálogo, haja um envolvimento da família junto à escola para que se construa uma rede de apoio que auxilie o aluno em sua jornada de aprendizagem e evolução.

Inteligência Emocional

A escola também precisa dedicar sua atenção para o desenvolvimento da inteligência emocional dos alunos, com objetivo de que estes aprendam a lidar com as próprias emoções, controlem seu comportamento e tenham maior autoestima e autoconfiança.

Dessa forma, o Projeto de Vida deve trabalhar de forma integrada o desenvolvimento das habilidades e competências socioemocionais, permitindo que o aluno aprenda a fazer a autogestão de suas emoções e aprimore suas habilidades de relacionamento.

quatro-adolescentes-estudante-com-caderno

Como adaptar o projeto de vida à minha escola?

Um dos desafios da escola é escolher o formato adequado do Projeto de Vida dentro do planejamento pedagógico. 

A instituição pode optar por uma abordagem multidisciplinar incluindo matérias já presentes no currículo regular (por exemplo: português, história, socioemocional), ou oferecer uma disciplina específica que contemple as temáticas e atividades do programa.   

Todavia, é essencial que a escola não torne o Projeto de Vida algo secundário, já que esse é, como dito anteriormente, um dos eixos centrais do novo ensino médio. 

Entenda como funciona o Projeto de Vida no Ensino Médio

A partir de metodologias ativas, o Programa de Projeto de Vida da KUAU é uma solução completa para desenvolver o autoconhecimento, a autonomia, a responsabilidade social, e identificar os potenciais interesses profissionais dos alunos.

Além de materiais didáticos 100% digitais para atividades baseadas em metodologias ativas, o programa utiliza uma plataforma digital para personalizar a aprendizagem, aumentando o engajamento dos alunos.

Venha descobrir como podemos ajudar sua escola a ter um programa completo e personalizado de Projeto de Vida. Agende uma apresentação ou faça contato conosco. 

“A criança apenas sonha com quem quer ser quando crescer, a intenção é que o jovem planeje e ponha em prática”

Inscreva-se em nossa newsletter




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *