Autonomia Moral

 Autonomia Moral: como desenvolver na escola 

Saiba tudo sobre a Autonomia de Piaget e Kant, e como estimular seus alunos na criação de seu projeto de vida autônomo.

“Ser autônomo significa governar a si mesmo e tomar atitudes baseadas em escolhas autorais, refletidas de acordo com sua própria razão e valores morais.

Autonomia para Kant

Anomia

Esta fase se caracteriza pelo completo desconhecimento das regras da sociedade, assim, o sujeito por ser ignorante à existência das normas, não tem a capacidade de segui-las e respeitá-las.

Heteronomia

Nesta etapa, o indivíduo já compreende a existência básica das normas sociais, porém segue estas regras e as  sente como obrigatórias por conta do respeito unilateral a uma autoridade. Ou seja, aqui a norma provém do outro, há uma imposição de valores a serem respeitados, mas são seguidos por conformismo ou para evitar castigos.

Autonomia

É a capacidade de decisão própria do que é, ou não, correto moralmente, levando em conta valores relevantes que foram internalizados e o respeito que antes era unilateral, dá lugar ao respeito mútuo e recíproco. Nas relações cooperativas do estágio de autonomia, muito mais que apenas cumprir regras existentes, o mais importante é a compreensão do princípio associado à regra e a intenção do sujeito ao cumpri-las.

evolução-bebê-criança-adolescente

Autonomia para Piaget

“O valor moral de uma ação não está na mera obediência às regras determinadas socialmente, mas sim no princípio inerente a cada ação”

Autonomia é sinônimo de Liberdade?

  • Obediência: este pilar da autonomia moral indica a obediência como adesão a valores justos e de comum acordo, que não são mantidos por opressão de uma autoridade, mas sim por respeito e consciência das repercussões de seus atos;
  • Justiça: como equilíbrio que compõe as relações, a noção do que seria justo e injusto, algo elaborado a partir da construção dos relacionamentos de colaboração.
  • Liberdade: o pilar da liberdade se refere ao direito que o indivíduo possui de pensar e refletir sobre seus princípios, de se expressar e também de ser quem deseja ser, sendo esta liberdade em proporção adequada quanto a condição do indivíduo e a fase de sua vida.
  • Respeito: O respeito como pilar fundamentado nas relações de reciprocidade, onde há consideração pelo outro, também significando cooperação mútua e empatia.

Protagonismo e Autonomia em Destaque

  • desenvolver o pensamento crítico dos alunos; 
  • promover o autoconhecimento dos jovens;
  • fortalecer sua empatia;
  • incentivar o exercício da cooperação e da resolução de conflitos.

Desenvolvimento de Alunos Autônomos

professora-e-alunos-na-sala-de-aula

O desenvolvimento da autonomia ocorre de acordo com a colaboração e envolvimento do aluno nas atividades

Dependência

Cooperação

Autonomia

Autonomia e Resolução de Conflitos

ebook-protagonismo-juvenil

“Aproveitar as situações de conflito para estimular a empatia, estimulando o aluno a expressar seus sentimentos e necessidades”

Metodologias Ativas e Autonomia

Projeto de Vida Autônomo

ebook-autonomia-moral

Inscreva-se em nossa newsletter




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *